O que é SPAM?


 
(Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)

Antes de entrarmos na explicação sobre o que é o spam, algumas perguntas básicas precisam ser feitas: é comum no seu email o aparecimento de mensagens estranhas, de destinatários que você não conhece? Sua caixa de entrada foi “infestada” por propagandas? Seu lixo eletrônico — que retém emails suspeitos automaticamente — anda lotado?
Se todas ou apenas uma resposta for “sim”, você já possui o termo spam em sua vida online. Mas você não está sozinho: praticamente todos os usuários dos serviços de email sofrem com as mensagens desagradáveis e pouco desejadas. Elas ainda aparecem em outros formatos — como mensagens de celular — e podem ser mais perigosas do que muitos imaginam.
Assim, spam é o termo usado para se referir às mensagens eletrônicas que são enviadas para você sem o seu consentimento — e que, geralmente, são despachadas para um grande número de pessoas.
Este tipo de “email indesejável” contém, em sua grande maioria, propagandas. Neste caso, o spam também recebe o nome de UCE (Unsolicited Commercial Email ou Mensagem Comercial Não-Solicitada). No entanto, em outras ocorrências, essas mensagens contêm conteúdos mais agressivos (como vírus) e ainda conseguem obter suas informações pessoais — como dados bancários, por exemplo.

A relação entre SPAM, Monty Python e presunto


Existem algumas hipóteses acerca da origem do termo spam. A mais popular, no entanto, envolve uma marca de presunto que surgiu em 1937: muitos acreditam que o termo seja a abreviatura de SPiced hAM, um presunto enlatado picante da empresa americana Hormel Foods.
 (Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)

Este produto também era comercializado na Inglaterra, e é neste momento que o grupo de comediantes britânicos Monty Python entram em cena. Em um quadro de seu programa de TV na década de 70, o grupo encenou uma cena em um restaurante que serve grandes quantidades de SPAM em todos os pratos, mesmo contra a vontade dos fregueses.

A partir de então, spam virou sinônimo de tudo que é enviado em grande quantidade e sem o consentimento do destinatário.

Dicas de segurança


Quem envia essas mensagens em massa recebe o nome de spammer. Você já deve ter se questionado “Como eles conseguem meu e-mail?”, não?  Na maioria dos casos, os spammers conseguem seu endereço através de programas que rastreiam a web atrás de tudo que vem depois do símbolo @ (arroba). Este tipo de mensagem causa muitos prejuízos e algumas fontes chegam a mencionar cifras bilionárias ao contabilizar os gastos com esta praga eletrônica.

 
(Fonte da imagem: Reprodução/Thinkstock)


Mas alguns cuidados podem ser tomados para que os spams sejam uma menor dor de cabeça em seu dia a dia — e, especialmente, não sejam um risco à sua privacidade e segurança na internet. Confira:
  1. Nunca responda spams. Se você fizer isso, estará apenas confirmando a existência do seu email. Desta forma, será alvo certo de lixo eletrônico.
  2. Se você costuma se cadastrar em serviços online, evite cadastrar seu e-mail pessoal: crie uma conta alternativa só para este tipo de acesso.
  3. Não clique em nenhum link enviado pelos spammers. Tome cuidado principalmente com mensagens do tipo: “Seu CPF está bloqueado, clique aqui para regularizar sua situação”, ou ainda, “Fulano enviou um cartão para você, clique aqui para ler o seu cartão”. Eles usam esta tática para enviar vírus aos usuários, spywares ou mesmo para roubarem seus dados financeiros e pessoais.
  4. Preserve seu email. Evite fornecê-lo em chats e sites suspeitos.
  5. Use “Cópia Oculta” ao enviar emails a muitos contatos. Esta é uma maneira de evitar que seu endereço eletrônico circule pela rede caso seu destinatário encaminhe a mensagem que você enviou.
  6. Utilize um bom programa anti-spam. Isso diminuirá a quantidade de lixo na sua caixa de emails e a probabilidade de ser pego desprevenido. Alguns programas que podem ajudar: Agnitum Spam Terrier,  Spam NullifierMozilla Thunderbird, entre outros.
  7. Como os spammers rastreiam tudo o que é escrito depois do símbolo @, alguns truques podem ajudar a tornar mais difícil a captura do seu endereço eletrônico. Você pode, por exemplo, escrever seu email por extenso (seuemailarrobagmailpontocom) ou ainda colocar uma imagem com o endereço ao invés de texto.
Existem outras dicas para evitar cair no "conto do spam", porém a mais importante é: desconfie de tudo. Infelizmente, a internet é um prato cheio para pessoas mal-intencionadas. Portanto, você não ganhará nenhum prêmio milionário se clicar em algum link. O máximo que você pode conseguir é um enorme prejuízo e uma bela dor de cabeça.


Leia mais em: http://www.tecmundo.com.br/223-o-que-e-spam-.htm#ixzz1wHVjNcu9




Gostou? Compartilhe nas redes sociais


Ajude a divulgar o nosso trabalho, curta a página do blog no facebook rapidinho!

Deixe seu comentário

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...